Vinte mortos e dez viaturas destruídas é o balanço que a polícia moçambicana faz este sábado à Lusa do incidente de sexta-feira envolvendo a comitiva do líder da Renamo na província de Manica, centro de Moçambique.

"O balanço que fazemos neste momento é de 20 óbitos, um civil morto e 19 militares da Renamo [Resistência Nacional Moçambicana], além de dez viaturas incendiadas ", disse à Lusa Armando Canhenze, comandante da polícia em Manica.

Este novo incidente aconteceu ao fim da manhã de sexta-feira, na Estrada Nacional 6 (EN6) em Zimpinga, distrito de Gondola, quando a comitiva do líder do maior partido de oposição seguia para Nampula, norte de Moçambique.