Um pequeno grupo de uma quinzena de parlamentares norte-americanos democratas e republicanos escreveu segunda-feira ao presidente Barack Obama, exortando-o a «reconsiderar» a nova estratégia para o Afeganistão, que compreende o envio de soldados suplementares, escreve a Lusa.

Afeganistão: Obama aprova envio de mais 12 mil soldados

«Exortamo-lo a reconsiderar uma tal escalada militar», escreveram, afirmando que o envio de novas tropas pode ser «contraproducente».

«Estamos também inquietos porque um êxito militar no Afeganistão pode aumentar a actividade militar no Paquistão. Isso pode conduzir a uma perigosa desestabilização da região e aumentaria a hostilidade para com os Estados Unidos», prosseguiram.

O republicano Ron Paul, um dos que teve a iniciativa de escrever a carta ao presidente, precisou durante uma conferência de imprensa: «O objectivo desta carta é encorajar à prudência porque esperamos que a nova administração vá envolver-se mais na via diplomática e vá trabalhar com outros meios que não o confronto militar.»

«Um aumento dos efectivos militares não é a solução. Os afegãos não precisam de mais destruições e violência. Eles precisam de casas, empregos, de educação», vincou o democrata Dennis Kucinich.