“Os afegãos estão agora motivados pela vingança. Eles [Estado Islâmico] meteram-se com as pessoas erradas”, disse.













Fugir não é a solução


“ O que eu lhes digo é que não há futuro na Europa. A Europa está a fechar as fronteiras”, recordando a entrevista dada pelo primeiro-ministro francês, Manuel Valls, ali mesmo, em Davos, sobre a incapacidade da Europa receber todos os migrantes.