O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, anunciou este sábado, em Varsóvia, a continuação da missão de treino e apoio às forças de segurança afegãs após o final deste ano.

Após uma reunião sobre a situação afegã, no último dia da cimeira da organização, Stoltenberg anunciou, além da manutenção da missão, sem revelar a data para o final, que os líderes da NATO assumiram o compromisso de contribuir financeiramente para as forças até 2020.

Quisemos afirmar a nossa mensagem: o Afeganistão não está sozinho e nós estamos comprometidos”, afirmou o responsável, na sua primeira conferência de imprensa deste sábado.

Além dos líderes dos membros da NATO, neste encontro participaram também o Presidente afegão, Ashraf Gani, e o líder do Governo, Abdullah Abdullah.

A delegação portuguesa é liderada pelo primeiro-ministro, António Costa, estando ainda em Varsóvia o responsável pela Defesa, Azeredo Lopes, e o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.