Um atentado terrorista, em Cabul, no Afeganistão, tomou de surpresa uma manifestação pacífica, fazendo 80 mortos e mais de 200 feridos. Pelo menos dois bombistas suicidas fizeram-se explodir no meio da multidão. As explosões já foram reivindicadas pelo grupo do Estado Islâmico.

Dois combatentes do Estado Islâmico fizeram-se explodir numa concentração xiita no bairro Dehmazang, na capital afegã", declarou o grupo terrorista através da Amad, a sua agência de imprensa.

O ataque ocorreu durante um protesto pacífico, causando a morte de 80 pessoas e deixando 207 feridos. As imagens divulgadas pelas agências noticiosas internacionais são devastadoras. 

A par da instabilidade crescente que se tem vindo a notar no país desde o fim da missão militar da NATO em 2014, fizeram-se sentir já dezenas de ataques.