Uma escola católica australiana indemnizou com 125.000 dólares (93.064 euros) um homem que foi vítima de abusos sexuais quando era estudante naquele centro de Camberra, revelou a imprensa local.

O Tribunal Supremo de Camberra aprovou a compensação segundo revelou a cadeia ABC, e não explicou mais detalhes do caso mantendo também no anonimato a vítima dos abusos.

O acordo é parte de uma dezena de casos de abusos sexuais de estudantes nos colégios «Maristas» e «Daramalan» entre as décadas de 1970 e 1990 e foram fechados fora dos tribunais nos últimos cinco anos.