Pelo menos 13 membros do grupo rebelde islamita Abu Sayyaf morreram numa ofensiva das Forças Armadas das Filipinas no sul do país, informam hoje os meios de comunicação social locais.

A ofensiva militar foi lançada após confrontos no sábado, em que morreram 18 soldados e cinco rebeldes.

“Não cessámos as nossas operações contra o Abu Sayyaf”, afirmou, na segunda-feira, em conferência de imprensa, o porta-voz das Forças Armadas das Filipinas, Restituto Padilla, citado pelo diário Inquirer.