Os trabalhadores da recolha do lixo de Çankaya, uma região administrativa da cidade de Ankara, na Turquia, foram, durante anos, recolhendo os livros que encontravam abandonados. O produto desse trabalho deu lugar a uma biblioteca pública na cidade, ao serviço de todos os cidadãos.

O destino dos livros era um aterro sanitário, mas os trabalhadores da autarquia decidiram dar-lhe uma nova vida. À medida que a coleção ia crescendo, os próprios moradores foram doando livros. Até que abriram uma biblioteca municipal na Turquia.

Há uns tempos eu desejava ter uma biblioteca em casa. Agora tenho uma aqui”, Serhat Baytemur, funcionário da recolha de lixo, referindo-se à biblioteca que ajudou a fundar, citado pela CNN.

A ideia inicial não era criar uma biblioteca. Os livros serviriam apenas para os trabalhadores e as suas respetivas famílias. No entanto, a coleção foi crescendo e culminou com a abertura da biblioteca em setembro do ano passado.

Começámos a discutir a ideia de criar uma biblioteca com os livros que tínhamos. Foi quando toda a gente apoiou a ideia que o projeto aconteceu”, disse o Presidente da autaruia, Alper Tasdelen, cujo Governo autorizou a abertura da biblioteca.

Atualmente, a biblioteca tem mais de 6 mil livros. Existe uma secção para as crianças, com livros de banda desenhada, e ainda uma parte para pesquisa científica.

A biblioteca está a ser um sucesso, sempre cheia de estudantes e crianças. É muito popular, por exemplo, entre os ciclistas que passam por ali para fazer uma pausa e ler um livro.