A China vai criar um centro de alerta de tsunamis para responder com rapidez a este género de fenómenos naturais e atenuar os seus efeitos negativos, anunciou a Administração Estatal dos Oceanos em comunicado.

O novo organismo estará encarregado de reforçar a supervisão e acompanhamento de situações de sismos e maremotos no Mar da China Oriental, analisar os dados e lançar alertas tão depressa quanto possível, acrescenta a nota.

«Não só servirá as regiões costeiras da China como também as zonas junto ao mar de outros países e regiões da mesma zona», refere aquele departamento.