Os funcionários de um jardim zoológico em Cincinnati, nos Estados Unidos, tiveram de matar um gorila no sábado, depois de um menino de três anos ter caído no interior da jaula do animal, anunciou a direção.

A criança passou uma barreira a gatinhar e caiu numa vala no interior da jaula, na tarde de sábado, disse aos jornalistas o diretor do zoológico, Thane Maynard.

O gorila, um macho de 17 anos chamado Harambe e com mais de 180 quilos, desceu até à vala e agarrou o menino, segundo a mesma fonte citada pela AFP.

A equipa do zoo preparada para este tipo de incidentes determinou que a criança estava em "situação de risco de vida" e que precisavam de deter o gorila.

Eles fizeram uma boa escolha porque salvaram a vida de um menino. Podia ter sido muito mau", disse o diretor do zoo, Thane Maynard, que contou ao The Telegraph que ainda não falou com os pais da criança.

Ainda segundo os responsáveis do zoo, o tranquilizante não seria suficiente para deter o animal, já que leva algum tempo a fazer efeito, o que colocava a criança em risco.

Esta foi a primeira vez que o jardim zoológico em Cincinnati teve de abater um animal nestas circunstâncias .

Fontes do hospital para onde foi levada a criança não adiantaram o estado do menino.