No primeiro discurso como presidente da Nigéria, Buhari garantiu que o governo vai acabar com a maior ameaça no país.

 

“O Boko Haram é um grupo pouco esperto e inútil. Está muito longe dos valores do Islão”.

O recém-empossado presidente conhece bem a violência do grupo, tendo escapado ileso a uma tentativa de assassinato dos radicais islâmicos.

 

Na tomada de posse, a que assistiu o secretário da Defesa dos Estados Unidos, John Kerry, Buhari prometeu ainda aquilo por que mais anseiam os nigerianos: mudança.

 

A eleição de Buhari põe fim a cinco anos de um governo envolvido em escândalos de corrupção. O novo presidente é visto como incorruptível e, por isso mesmo, a transição foi celebrada nas ruas.

 

Aos 72 anos, o muçulmano do norte volta a liderar a Nigéria,

Depois de ter estado à frente de um governo militar entre 1983 e 1984, acabou por ser deposto num golpe de Estado.