Nove crianças recrutadas pelo movimento jihadista do Estado Islâmico (EI) decapitaram nove muçulmanos xiitas, denunciou este domingo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Em comunicado, a Organização Não Governamental (ONG) explicou que o EI divulgou um vídeo onde aparecem nove crianças a decapitar maiores de idade, acusados de pertencer ao islamismo xiita, mas não especifica a área ou o momento em que estas execuções foram realizadas.

As crianças, oito dos quais aparecem encapuzadas nas fotos, estavam também munidas de metralhadoras automáticas.