A tempestade Katie que atingiu o Reino Unido esta segunda-feira de manhã já levou ao cancelamento de dezenas de voos. Só no aeroporto de Gatwick, em Londres, pelo menos 20 voos foram desviados deste aeroporto e 16 tiveram mesmo de ser cancelados. O sul do país é a região mais afetada, com chuva e ventos fortes.

Nas estradas, as autoridades recomendam medidas de segurança adicionais e, caso seja possível, aconselham mesmo os condutores a atrasarem as viagens para a tarde. São esperadas rajadas de vento muito fortes que poderão levar à queda de árvores.

Até agora, as autoridades já registaram ventos na ordem dos 120 quilómetros por hora na região de Berry Head e quase 140 quilómetros por hora em The Needles, na Ilha de Wight. 

Em Londres, as rajadas de vento não deverão ser tão fortes. Ainda assim, espera-se que atinjam os 70 quilómetros por hora, o que deverá afetar o tráfego aéreo ao longo do dia.

O instituto de metereologia britânico prevê que a tempestade Katie possa provocar inundações, a queda de árvores e a formação de ondas gigantes na costa sul do país.

“As pessoas devem estar atentas às previsões, evitar a costa este e a costa sul e as zonas de maior altitude. Devem fazer as suas viagens com mais tempo e, caso seja possível, atrasá-las para a tarde”, afirmou Marco Petagna, responsável do instituto de metereologia, citado pela Sky news.

Nas redes sociais, já circulam várias imagens que mostram os efeitos da passagem de Katie pelo país.

 

 

A partir do meio dia, as condições metereológicas deverão melhorar.