A agência federal do turismo, Rostourism, alertou esta quarta-feira os turistas russos na Turquia contra os riscos de rapto pelos combatentes do grupo extremista Estado Islâmico (EI).


"Os dirigentes da organização terrorista internacional EI (proibida na Rússia) planeiam raptar cidadãos russos que estejam na Turquia", anunciou a agência.


"Os reféns podem ser levados para zonas controladas pelos combatentes (do EI) para execuções públicas ou para serem usados como 'escudos humanos'", acrescentou.