Pelo menos 50 pessoas morreram de gripe suína na Rússia no mês passado, de acordo com cálculos da agência AFP baseados em dados das autoridades de saúde regionais, com o vírus a ganhar terreno no país.

As autoridades de saúde na região de Rostov, no sul, disseram à agência RIA Novosti que mais duas pessoas tinham sucumbido ao vírus, elevando o número de mortos para oito. Já a região vizinha de Volgograd deu conta de 11 mortos por gripe suína.

Estes casos mais recentes somam-se aos de quarto adultos e uma criança na região de Dagestan, às mortes de dois pacientes em Urals e de um em Adygea.