Os seis portugueses que sofreram um acidente no sul de França, na quinta-feira, tiveram apenas ferimentos ligeiros e agora deverão ser ouvidos pelas autoridades francesas, disse hoje o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro.

Os seis portugueses encontram-se fora de perigo, de acordo com as informações que dispomos neste momento. Ter-se-á tratado de ferimentos ligeiros e só por questão de prevenção foram consultados numa unidade hospitalar das imediações onde ocorreu este acidente”, declarou à Lusa José Luís Carneiro.

O acidente ocorreu na quinta-feira, na estrada 943, em Cadenet, perto de Marselha, envolvendo uma carrinha e uma viatura ligeira.

“No acidente, uma carrinha que levava os seis portugueses embateu num carro ligeiro, que levava três passageiros”, sublinhou Carneiro, acrescentando que o facto “ocorreu a cerca de 105 quilómetros do consulado-geral de Marselha”.

No que diz respeito aos três passageiros que seguiam na viatura ligeira, um cidadão com 80 anos, de origem francesa, faleceu. Este levava consigo duas senhoras, que já estão fora de qualquer perigo”, afirmou ainda o secretário de Estado.

De acordo com Carneiro, “neste momento, é de aguardar que estes portugueses sejam ouvidos em sede de inquérito”.

Contudo, para isso, os nossos serviços consulares procurarão acompanhá-los em diálogo com as autoridades francesas”, referiu.

 

 

“Eu devo dizer que o nosso gabinete de emergência consular não foi contactado por eles e nem pelos familiares, nem também os serviços de emergência do consulado de Marselha. Contudo, será por via da relação com as autoridades francesas que procuraremos prestar-lhes o apoio necessário”, sublinhou ainda José Luís Carneiro.

De acordo com o jornal francês La Provence, os seis portugueses envolvidos neste acidente são trabalhadores agrícolas.