Dois bombardeiros norte-americanos voaram este sábado perto da costa norte-coreana para enviar “uma mensagem clara” a Pyongyang, cujas provocações causaram a ira do Presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, informou o Pentágono.

Foi no ponto mais setentrional da zona desmilitarizada que uma aeronave ou um bombardeiro americano voou pela costa norte-coreana no século XXI, demonstrando o quão sério nós levamos o comportamento perigoso da Coreia do Norte" refere a porta-voz do Pentágono, Dana White, em comunicado, citado pela agência francesa AFP.

 

Estamos preparados para usar todo o alcance das nossas capacidades militares para defender o território dos Estados Unidos e os nossos aliados”, acrescentou, ainda sobre a missão dos bombardeiros B-1B Lancer.

O Pentágono divulgou a missão pouco antes do ministro dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Norte se dirigir à Assembleia Geral das Nações Unidas.

A continuação dos testes nucleares da Coreia do Norte na região e a dura retórica usada pelos Estados Unidos depois da chegada de Donald Trump à Casa Branca provocaram um escalar da tensão entre os dois países.