O Conselho de Segurança da ONU impôs hoje, por unanimidade, novas sanções à Coreia do Norte em resposta ao ensaio de um míssil balístico intercontinental no final de novembro e que poderá atingir território dos Estados Unidos.

Os 15 Estados-membros do Conselho de Segurança aprovaram por unanimidade uma resolução proposta pelos Estados Unidos, que endurece as amplas sanções internacionais contra o regime de Kim Jong-un.

As novas sanções incluem sérias restrições ao envio de produtos petrolíferos para Pyongyang e a repatriação dos norte-coreanos que trabalham no estrangeiro, e cujos rendimentos beneficial o Governo do país.