O Estado Islâmico reivindicou, este sábado, a ataque de Cambrils, que se seguiu ao atentado em Barcelona

Depois do comunicado através da agência Amaq a reivindicar o ataque na cidade catalã, o Estado Islâmico emitiu um comunicado onde fala sobre as operações em Barcelona e Cambrils, dizendo que matou e feriu mais de 120 cruzados e judeus.

 Os ataques na Catalunha fizeram pelo menos 19 mortos, entre vítimas e suspeitos abatidos.