O governo da Arábia Saudita divulgou hoje uma oferta de emprego para a contratação de oito carrascos para executarem, por decapitação, o grande número de condenados à morte no reino.

A oferta de emprego, divulgada no ‘site’ do Ministério do Serviço Público, indica que a função será “executar os condenados à morte” e não exige qualquer qualificação particular ou experiência.

Os futuros funcionários encarregar-se-ão também “de amputações” de pessoas condenadas por roubo.