Um foguetão russo Soyouz, com dois cosmonautas russos e o ‘avô astronauta’ Jeff Williams, prestes a bater o recorde de permanência no espaço para um norte-americano, descolou na noite desta sexta-feira para a Estação Espacial Internacional, constatou a AFP.

Williams, com 58 anos e vários netos, e os russos Oleg Skripotchka e Alexei Ovtchinine, descolaram com tempo ventoso do cosmódromo de Baikonour, nas estepes do Cazaquistão, às 21:26 de Lisboa.

O foguetão Soyouz descolou com sucesso”, confirmou a agência espacial russa (Roskosmos) em comunicado, adiantando que a chegada à Estação está prevista para as 03:11 de sábado (hora de Lisboa).

A nave, cujo lançamento foi ameaçado até ao último momento devido a ventos fortes, está decorada com um retrato do primeiro homem no espaço, Yuri Gagarin.

Após esta visita à estação, que deverá durar cerca de seis meses, Jeff Williams somará um total de 534 dias acima da Terra, ultrapassando os 520 dias de Scott Kelly.