A Al-Qaeda tomou a principal base do exército imenita esta sexta-feira, depois de já controlar o maior aeroporto do sul do país e um terminal petrolífero, avança a AFP.
 
Segundo a mesma agência de notícias, nesta base encontram-se «armas pesadas», que já estão na mão dos talibãs.
 
Não há mais informações do local até ao momento.

Certo é que a Al-Qaeda está a consolidar o seu avanço das últimas semanas na região, tendo-se aliado aos líderes tribais locais. 

Os talibãs estão a aproveitar a crise política do Iémen para ir conquistando postos-chave, aumentando assim a insegurança que se vive no país, onde nas últimas semanas foram registados mais de 800 mortos e 2.700 feridos.