Uma menina de treze anos morreu e, pelo menos, doze outras ficaram feridas - quatro em estado grave - depois de um carro ter entrado num restaurante nos arredores de Paris, em Sept-Sorts, no departamento de Seine-Et-Marne, nos arredores de Paris, segundo avançou o canal de televisão francês BMF TV.

A estação de televisão atualizou os dados do incidente, com base em informações obtidas junto das forças de segurança: a criança que morreu teria 13 anos - e não oito, como inicialmente foi indicado - e haverá 12 feridos, quatro em estado muito grave, um dos quais é uma mulher, familiar da menina.

O condutor foi detido. Segundo o porta-voz do Ministério francês do Interior, Pierre-Henry Brandet, em declarações à BFM TV, o homem tem 32 anos, é francês e não estava referenciado pelos serviços de segurança.

O suspeito tem um perfil psicológico instável", referiu o porta-voz, acrescentando que o condutor terá confessado ter tentado suicidar-se na semana passada, algo que quis "fazer novamente desta maneira".

De acordo com a televisão BFM TV,  a vítima mortal é uma menina que estaria na pizaria. Relatos de quem estava no local, feitos a órgãos de comunicação franceses, dão conta que o carro varreu várias pessoas que estavam na esplanada do estabelecimento comercial.

Aparentemente, pelas informações disponíveis, estará afastada a hipótese de ser ter tratado de um ato terrorista com motivações religiosas ou políticas.

Segundo o jornal Le Figaro, fonte do Ministério Público da comuna de Meaux referiu mesmo que se terá tratado de "um ato deliberado", mas que "à priori, nada terá a ver com um ataque terrorista".

Através da rede Twitter, um utilizador partilhou uma imagem do carro que entrou pela fachada da pizaria.

A polícia criou um perímetro de segurança e pediu através de vários canais que o mesmo seja respeitado.