A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou, esta quinta-feira, a Libéria livre do vírus do Ébola, após 42 dias sem registo de qualquer caso. O vírus fez, desde dezembro de 2013, 11300 mortes em África, 4800 vítimas na Libéria.

Quarenta e dois dias representam dois períodos de encubação do Ébola, de 21 dias cada, sem registo de novos casos.

Uma boa notícia, que fecha assim o ciclo pandémico, com Libéria, Serra Leoa e Guiné livres da doença, mas que não significa que se baixem os braços.

 
A OMS refere que isto “não significa que o trabalho esteja concluído”. A organização de saúde não descarta que apareçam novos casos e apela a uma forte vigilância por parte das autoridades sanitárias.