O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que a explosão terá sido provocada por um bombista suicida sírio