Uma pessoa já sem vida foi resgatada esta sexta-feira do navio que se afundou na quinta-feira à noite ao largo da ilha cabo-verdiana do Fogo, confirmou à agência Lusa fonte oficial, indicando que as buscas continuam com vários meios.

Em declarações à Lusa, Arlindo Lima, presidente do Serviço Nacional de Proteção Civil (SNPC) de Cabo Verde, confirmou que um dos barcos que estão a auxiliar nas buscas resgataram esta manhã uma pessoa sem vida.

Arlindo Lima não conseguiu, entretanto, precisar a identidade da pessoa e a que distância do local do acidente foi encontrada, dizendo que provavelmente se trata de um homem.

As buscas para encontrar sobreviventes do navio permitiram encontrar um passageiro, que se encontra em terra, disse à agência Lusa fonte oficial. 

Em declarações à Lusa, Arlindo Lima, presidente do Serviço Nacional de Proteção Civil (SNPC) de Cabo Verde, há a esperança de que se consigam encontrar mais sobreviventes entre os desaparecidos. 

Três dos passageiros foram resgatados na madrugada desta sexta-feira por um navio que se encontrava na área em que o roll on roll off Vicente se afundou a cerca de quatro milhas náuticas do porto de Vale dos Cavaleiros, na ilha do Fogo, quando fazia a ligação entre a Cidade da Praia e São Filipe.

O com mais de 20 pessoas a bordo, afundou-se quinta-feira. Segundo notícia a Inforpress, o navio roll on roll off Vicente, que pertence à Companhia Tuninha, ter-se-á afundado com seis contentores que transportavam medicamentos da empresa que está a construir o hospital regional das ilhas do Fogo e da Brava. 

A mesma fonte escreve que o barco era esperado às 19:00 de quinta-feira no cais de São Filipe, mas como tardou a chegar, as autoridades marítimas tentaram entrar em contacto com a sua tripulação às 20:00, mas o Vicente poderá ter-se afundado 30 minutos mais tarde.