A Venezuela anunciou esta segunda-feira que abriu um corredor para permitir a passagem de estudantes, trabalhadores, médicos e doentes através da sua fronteira com a Colômbia, encerrada desde há 17 dias por ordem do Presidente Nicolás Maduro.

"Começámos com a passagem escolar, a passagem laboral (de trabalhadores), quando são cidadãos colombianos que trabalham na Venezuela. A passagem de médicos venezuelanos para a Colômbia e também passagem de cidadãos que tenham tratamentos médicos"


O Governador do Estado venezuelano de Táchira, José Gregório Vielma Mora, deu esta indicação durante uma conferência de imprensa.

Aos jornalistas, fez um balanço da atuação das operações na sequência das medidas implementadas pelas autoridades venezuelanas para combater o narcotráfico, o paramilitarismo e o contrabando de alimentos e produtos.