António Guterres irá prestar declarações esta quinta-feira, às 17:00, após a previsível aclamação como secretário-geral da ONU.

Recorde-se que Conselho de Segurança anunciou quarta-feira que António Guterres era o "vencedor claro" da votação, recebendo 13 votos de encorajamento (em 15 votos), sem qualquer veto.

Em conferência de imprensa, Vitali Churkin, embaixador da Rússia, país que preside atualmente ao Conselho de Segurança, anunciou que o órgão ira voltar a reunir-se na quinta-feira, às 10:00 de Nova Iorque (15:00 em Lisboa) para realizar a votação formal.

Só depois deste passo será oficial a eleição do sucessor de Ban Ki-moon.

Guterres vai liderar, a partir de janeiro, uma casa que conhece bem, depois de ter chefiado o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), entre junho de 2005 e dezembro de 2015, uma organização com cerca de 10.000 funcionários em 125 países.