As autoridades da Guatemala elevaram para 161 o número de vítimas mortais dos deslizamentos de terras ocorridos na passada quinta-feira, numa altura em que as chuvas intensas dificultam as buscas pelos cerca de 300 desaparecidos.

“Até ao momento, os fiscais que trabalham na comunidade El Cambray II dizem que o número de mortos subiu para 161”, informou o Ministério Público da Guatemala, através da sua conta de Twitter.
 
A agência de coordenação nacional para a redução de desastres confirmou a morte de 144 pessoas, já que, segundo a EFE, processa os números mais lentamente de modo a cumprir todos os protocolos oficiais.

O desastre ocorreu na quinta-feira à noite em El Cambray II, no município de Santa Catarina Pinula, a 20 quilómetros da capital guatemalteca.