Nova Iorque declarou o estado de emergência por causa da forte tempestade de neve que assola a região. É de tal gravidade que um dos principais aeroportos dos Estados Unidos, o JFK, cancelou hoje todos os seus voos.

A administração do aeroporto referiu que os cancelamentos se devem aos fortes ventos e à tempestade de neve, pedindo aos passageiros que entrem em contacto com as companhias aéreas para reprogramar os seus voos.

Não é uma tempestade de neve normal, é uma tempestade de neve com ventos de grande velocidade, que criam uma situação grave”

A advertência é do governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, que decretou o estado de emergência, anunciado numa conferência de imprensa para atualizar as informações sobre as condições meteorológicas.

As zonas mais afetadas

A costa leste dos Estados Unidos está a ser atingida por um fenómeno caracterizado por uma abrupta descida da pressão atmosférica. Estado de emergência já foi decretado em Nova Iorque, Carolina do Norte, Geórgia, Virgínia e Florida. É o chamado ciclone bomba.

O estado de emergência foi declarado para toda a região sul do estado, que inclui a cidade de Nova Iorque e a zona de Long Island, e permite que as autoridades, entre outras coisas, adotem medidas que precedam as das autarquias locais.

A tempestade de neve começou a cair durante a madrugada na zona costeira de Long Island e Nova Jérsia e, desde às 12:30 horas (em Lisboa), começou a afetar com força a ilha de Manhattan.

A zona mais castigada é do condado de Suffolk, em Long Island, onde o autarca local, Steve Bellone, qualificou a tempestade como “muito perigosa”.

Temperaturas negativas

As autoridades da cidade de Nova Iorque decidiram, ainda na quarta-feira à noite, cancelar as atividades nas escolas e na Universidade de Nova Iorque (CUNY).

Em Nova Iorque, espera-se hoje uma temperatura de -4 graus Celsius, com sensação térmica de -13 graus devido aos ventos gelados, sendo que na sexta-feira e no sábado espera-se uma forte descida das temperaturas.

No estado de Nova Jérsia, o governador Chris Christie declarou também estado de emergência em quatro condados da costa atlântica.