Uma cadela da raça japonesa Akita Inu, Maya, espera desde domingo pela dona à porta das urgências do hospital de Elda, em Alicante, Espanha. 

Maya viajava de carro com Sandra Iniesta, quando a jovem de 22 anos teve de ser internada devido a uma apendicite. As duas regressavam das férias em Granada, com o pai de Sandra, rumo a Barcelona, onde vivem.

Desde as 12 horas de domingo que Maya aguarda a saída da dona à porta das urgências, mas em todo este tempo nunca esteve sozinha. Tanto utentes da unidade de saúde como pessoal médico e demais funcionários hospitalares fazem questão de acarinhar Maya sempre que podem, além de lhe levarem água e comida. A história foi, aliás, primeiramente contada na página do Facebook do hospital

Maya só sai da porta do edifício quando o pai de Sandra, Manuel Iniesta, consegue que a cadela a acompanhe num passeio.

Também a dona, que não pode receber a visita da sua fiel companheira, anseia pelo reencontro.

“É uma cadela muito fiel, sempre alerta de tudo, intuitiva e que, sem dúvida, se destaca pela sua simpatia. Conseguiu conquistar o carinho de todos e a verdade é que estou desejosa de vê-la”, contou Sandra, ao jornal local Valle de Elda.

Maya, que nesta sexta-feira faz dois anos, não precisava de ficar na rua, pois muitos funcionários ofereceram-se para a levar para casa até a dona ter alta, mas tanto Sandra como Manuel preferem que a cadela fique por perto, até porque não lhe falta nada.

“Estamos todos de queixo caído pela cadela, é muito boa e meiga. Porta-se bem com toda a gente”, contou fonte do hospital.