As autoridades da Colômbia confirmaram esta terça-feira a apreensão de armamento num navio de pavilhão chinês que se dirigia para Cuba e fez escala em Cartagena, no norte do país.

Segundo o responsável do Ministério Público, Luis González León, foram encontrados no navio cerca de 100 toneladas de pólvora, 2,6 milhões de materiais explosivos, 99 núcleos de projéteis e três mil peças para construção de canhões de artilharia, que não estavam incluídos na documentação de transporte do navio.

A documentação apresentada pelo capitão, que foi detido, não correspondia ao material apreendido, acrescentou o Ministério Público.

Segundo a imprensa colombiana, o navio terá chegado a Cartagena com o objetivo de descarregar tubos para uma empresa petrolífera, mas as autoridades foram alertadas de que havia armamento a bordo.