Um grupo de investigadores denunciou a morte de mais de 300 baleias no Golfo de Penas, no extremo sul do Chile, uma descoberta que está ser investigada pela polícia chilena.

Segundo divulgou na terça-feira o portal Diario Aysén, a denúncia foi apresentada ao Serviço Nacional de Pesca (Sernapesca) que, por sua vez, entregou a informação ao Ministério Público, que abriu uma investigação para esclarecer a causa da morte em massa dos cetáceos.
 
As baleias foram encontradas no passado dia 17 de novembro por um grupo de investigadores, mas a informação só recentemente foi dada a conhecer às autoridades chilenas, segundo a agência EFE.