Uma explosão junto à estação de metro de Istambul, Bayrampasa, nesta terça-feira, foi causada por uma bomba, confirmou o governador daquele distrito, citado pela agência Reuters.

Atilla Aydiner confirmou tratar-se de uma bomba de fragmentação e a existência de cinco feridos.

O Haber Turk avançava, inicialmente, a informação de um morto, que não se confirma, para já. O mesmo jornal foi o primeiro a avançar que se tratou do rebentamento de uma bomba de  fragmentação.

A agência de notícias estatal Anadolu adianta que a explosão ocorreu numa ponte rodoviária/ferroviária perto da estação de Bayrampasa e que várias ambulâncias foram enviadas para o local.



Inicialmente, havia a informação de que a explosão teria ocorrido no subsolo devido ao rebentamento de um transformador de potência.

A circulação no metro de Istambul está interrompida. A explosão terá sido ouvida em vários distritos da cidade.

"A estação de metro de Bayrampasa está interrompida na sequência de um barulho, semelhante ao de uma explosão", confirmou a polícia metropolitana turca logo após o alerta de explosão.

A explosão desta terça-feira foi de menor dimensão que as registadas em Ancara, em outubro, e em Suruc, em julho, e que terão sido causadas por jihadistas do Estado Islâmico. A primeira matou mais de 100 pessoas, e a segunda 33.