A economia portuguesa continua a dar sinais de recuperação. O indicador que mede a atividade económica aumentou em agosto e atingiu o valor mais alto desde junho de 2011.

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística, também o indicador de clima económico voltou a subir em setembro, mantendo a tendência que se verifica desde o início do ano. Recorde-se que o mínimo histórico deste indicador foi atingido em dezembro do ano passado.

Quanto ao indicador quantitativo do consumo privado, registou um crescimento homólogo em agosto, refletindo o contributo positivo do consumo corrente e do consumo duradouro.

Já o investimento abrandou a queda em agosto, devido à evolução da construção e do material de transporte.