A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) pediu esta segunda-feira em Genebra, nas Nações Unidas, à comunidade internacional mais apoio ao povo guineense para restabelecer a democracia e a paz em Guiné-Bissau.

«A sociedade guineense carece do apoio e assistência de todos nós para que sejam criadas as condições conducentes ao reforço dos fundamentos democráticos» no país, disse o ministro da justiça de Angola Rui Mangueira, falando em nome da CPLP na abertura da sessão do Conselho de Direitos Humanos, em Genebra.

As eleições estão agendadas para abril e a «a CPLP irá enviar à Guiné-Bissau uma missão de observação do processo eleitoral em todas as suas etapas», demonstrando assim a importância que a organização dá à «reposição da ordem constitucional e democrática», afirmou o governante angolano.