O Tribunal Criminal Internacional condenou Germain Katanga, antigo senhor da guerra do Congo, a 12 anos de prisão por crimes de guerra.

Katanga foi líder de uma milícia no Congo e tinha sido considerado em março culpado de estar por trás do massacre de centenas de pessoas no nordeste da República Democrática do Congo em 2003, em escalda para um conflito étnico que matou 50 mil pessoas.

Esta é apenas a segunda condenação do Tribunal Criminal Internacional. A primeira foi de outro senhor da guerra do Congo, Thomas Lubango, sentenciado em 2012 a 14 anos de prisão.