O Rali de Oleiros (1 e 2 de Dezembro) deste ano vai assumir contornos solidários com uma parte do valor das inscrições das equipas a ser utilizado na compra de árvores para reflorestar a região. A iniciativa parte da organizadora, Escuderia de Castelo Branco.

"É impossível ficar indiferente a tudo o que estas regiões sofreram neste verão. Tínhamos de agir. Não podíamos ficar parados. Acreditamos que, ao contribuir com a plantação de árvores, podemos ajudar na recuperação", refere em comunicado enviado à agência Lusa o diretor do Rali de Oleiros-Rota do Medronho, Luís Dias."Para além de ser um evento desportivo, vai ter um forte cariz solidário no sentido de recuperar a região e a floresta”, assume.

Sensibilizados pelas dificuldades vividas na região fortemente fustigada pelos incêndios, os responsáveis da Escuderia de Castelo Branco decidiram transformar a prova num rali solidário.

"Depois do apuramento das necessidades por parte da autarquia, ficou definido que esta era uma das áreas em que a intervenção tinha de ser mais forte. Em parceria com a Citroviveiros (...), a escuderia vai adquirir árvores que serão plantadas na zona de Oleiros", explicaram.

O clube de Castelo Branco reuniu ainda um conjunto de parceiros e vai criar 25 pontos onde podem ser feitos donativos para as vítimas do incêndio.

Está disponível uma conta (IBAN PT50 0036 0206 99100054009 06, do Montepio Geral) para quem quiser contribuir com um donativo.