A economia da zona euro cresceu 1,6% e a da União Europeia (UE) 1,7% no primeiro trimestre do ano, face ao período homólogo de 2015, segundo uma estimativa do Eurostat.

Já na comparação com o trimestre anterior, o Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro aumentou, entre janeiro e março 0,6% na zona euro e 0,5% na UE.

O crescimento da economia europeia no primeiro trimestre acompanha a tendência já verificada entre janeiro e março de 2015, quando o PIB cresceu, em termos homólogos, 1,6% na zona euro e 1,8% no conjunto dos 28 Estados-membros, e, em cadeia ([face ao trimestre anterior), respetivamente, 0,3% e 0,4%.

Desemprego recua

A taxa de desemprego desceu em março quer na zona euro, onde atingiu os 10,2%, a mais baixa desde agosto de 2011, quer nos 28 Estados-membros (8,8%), o menor valor desde abril de 2009, divulga o Eurostat.

Segundo o gabinete de estatísticas da União Europeia (UE), a taxa de desemprego baixou, em março, para 10,2% na zona euro, valor que compara com os 10,4% de fevereiro e com os 11,2% de março de 2015. O valor de março é o mais baixo desde agosto de 2011, na média dos 19 países da moeda única.

Já no que respeita à UE, a taxa de desemprego baixou, em março, para os 8,8%, face aos 8,9% de fevereiro e aos 9,7% do mês homólogo de 2015. Na média dos 28 Estados-membros, o indicador atinge o valor mais baixo em sete anos, desde abril de 2009.