As chuvas torrenciais e ventos violentos já mataram pelo menos 44 pessoas e feriram outras 200 desde domingo à noite no norte do Paquistão, anunciaram as autoridades locais.

A tempestade, qualificada como um "ciclone" por um responsável dos serviços meteorológicos paquistaneses, atingiu a cidade de Peshawar no domingo à noite, onde telhados desabaram e as estradas foram cortadas pela queda de árvores.

"Pelo menos 44 pessoas perderam a vida e 202 ficaram feridas. Os ventos violentos e chuvas torrenciais danificaram pomares e campos de trigo", declarou à AFP Mushtaq Ghani, ministro da Informação de Khyber Pakhtunkhwa, província de que Peshawar é capital, como noticia a Lusa.