Um grupo de cerca de 40 pessoas esteve envolvido em desacatos, agressões a agentes da polícia e destruiu materiais num supermercado em Estremoz, distrito de Évora, causando prejuízos no estabelecimento, revelou fonte da polícia.

De acordo com dados indicados à agência Lusa pela PSP este sábado, a ocorrência foi registada no domingo, cerca das 21:30, não havendo detidos, tendo a polícia identificado três pessoas, entre os envolvidos nos desacatos, residentes no Bairro das Quintinhas, situado junto àquele estabelecimento comercial.

Dois agentes da polícia e um segurança do supermercado foram agredidos, tendo um dos polícias sido assistido no Serviço de Urgência Básica do Centro de Saúde de Estremoz.

A polícia foi chamada ao local depois de algumas pessoas alegadamente terem furtado objetos no estabelecimento e terem sido identificadas pelo segurança.

Posteriormente, outros elementos do mesmo grupo entraram no estabelecimento, ameaçando o segurança do supermercado e os agentes da polícia, destruindo materiais e arremessando cadeiras, malas de viagem e outros objetos contra a polícia.

A PSP teve de pedir reforços, incluindo militares da GNR, e utilizar gás pimenta para travar os desacatos.

Ainda não estão contabilizados os danos causados, mas presume-se que não sejam muito elevados", adiantou a fonte da polícia.

A PSP desenvolveu um processo-crime junto do Ministério Público de Estremoz, que segue para a fase de inquérito.