O músico Frank Sinatra Jr., filho de um dos maiores nomes do jazz de sempre, morreu na quarta-feira, vítima de ataque cardíaco, aos 72 anos, quando estava em digressão no estado norte-americano da Florida, revelou a família.

“A família Sinatra lamenta a morte prematura do seu filho, irmão, pai e tio Frank Sinatra Jr., de paragem cardíaca, quando estava em digressão em Daytona, Florida”, escreveu Nancy Sinatra, sua irmã, num comentário colocado no Facebook.

 

The Sinatra family mourn the untimely passing of their son, brother, father, uncle, Frank Sinatra, Jr. of cardiac arrest...

Publicado por Nancy Sinatra em  Quarta-feira, 16 de Março de 2016
 

O músico seguiu as pisadas do pai, Frank Sinatra, no negócio da música, tendo iniciado a carreira de cantor na adolescência.

De acordo com a AFP, o filho de Frank Sinatra, que aos 19 anos (em 1963) foi notícia por ter sido raptado e mantido refém até ser resgatado mediante entrega de 240 mil dólares, sentiu-se mal e ainda foi hospitalizado, mas não resistiu à falha cardíaca.

Frank Sinatra Jr. cedo seguiu as pisadas do pai, enveredando por uma carreia musical, como cantor, compositor e maestro, chegando a ser o diretor musical do pai e a dirigir as orquestras que o acompanhavam nos concertos.

Ainda em agosto de 2015 tinha cantado no estádio dos New York Yankees, interpretando o hino nacional americano.