“É mais frequente no nosso país em praias com água mais quente. Os nossos colegas do Norte têm muito menos ocorrência de otites externas do que os médicos que trabalham no Sul e tratam as pessoas que vão para o Algarve e praias alentejanas”, destacou a Dra. Luísa Monteiro.