Bernardino Soares foi reeleito presidente da Câmara Municipal de Loures, mas não conseguiu a maioria absoluta. O candidato apoiado pela CDU conseguiu 32,76% votos e quatro vereadores (menos um do que em 2013). Já André Ventura, do PSD, não conquistou  a autarquia, mas conseguiu subir os resultados do PSD.

Os resultados deste domingo vão obrigar Bernardino Soares a procurar parceiros para governar, tal como há quatro anos, já que conquistou o mesmo número de vereadores que o Partido Socialista.

Para já, o candidato apoiado pela CDU afirmou apenas que “é preciso analisar com cuidado o resultado das eleições”.

Lista Votos Mandatos 2013
CDU 32,76% 4 34,74% (5)
PS 28,24% 4 31,24% (4)
PSD-PPM 21,55% 3 16,00% (3)
BE 3,55% 0

3,15%

CDS-PP 2,86% 0 3,07%
PCTP/MRPP 2,55% 0 2,90%
PAN 2,08% 0  
NC 0,84% 0  
PDR-JPP 0,51% 0  
PTP 0,30% 0 0,53%

Em segundo lugar ficou a candidata do PS, Sónia Paixão com 28,24% dos votos e quatro mandatos, tantos, recorde-se, quanto o partido vencedor. 

A campanha em Loures saltou para a ribalta com as declarações de André Ventura sobre a comunidade cigana. O candidato apoiado pelo PSD conseguiu melhorar o resultado do partido no concelho, com 21,55% dos votos (três vereadores), mas não conquistou uma vitória na corrida à Câmara Municipal.

No entanto, o PSD conseguiu vencer na freguesia de Lousa e ficou em segundo na freguesia de Moscavide e Portela, uma das mais desejadas.

Está fechada a contagem dos votos em Loures. Apesar de não termos alcançado a vitória, tivemos o melhor resultado em 25 anos. Obrigado a todos! Estarei ao vosso lado!", reagiu o candidato social-democrata no Facebook.

O Bloco de Esquerda, com Fabian Figueiredo, também aumentou a sua votação, conseguindo 3,55% dos votos. Já CDS-PP, que retirou o apoio a André Ventura e lançou depois Pedro Pestana Bastos, alcançou 2,86% dos votos.

Veja também: