Patrícia Pires

«Jornalista há mais de 16 anos, Patrícia Pires é finalista da Licenciatura de Comunicação Social, no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa.

Em 1997 frequentou o curso de especialização em imprensa escrita, ministrado pelo CENJOR - Centro Protocolar de Formação para Jornalistas. Nesse mesmo ano começou a trabalhar no, já extinto, jornal diário «Manhã popular». Depois dedicou-se a diversas áreas do jornalismo, com especial atenção à cultura, em revistas de música, moda e para jovens.

Em 2001 chega ao PortugalDiário, pioneiro no jornalismo online em Portugal, da Media Capital Digital e descobre o mundo da internet. Atualmente, aos 39 anos, integra a equipa Newsdesk da TVI24 e TVI24.pt.

Em 2002, publicou um livro de poesia intitulado «Sim, sou eu» pela editora APPDM de Braga. E em 2007, viu vários trabalhos jornalísticos incluídos no livro «O erro da Ota», dedicado em exclusivo ao Novo Aeroporto de Lisboa».


ARTIGOS DE Patrícia Pires
Sociedade 24 mar, 19:59

Mães interrompidas: as mães pedem ajuda e "o apoio que dão é retirarem os filhos”

Episódio 5: Das oito mil crianças que viviam em instituições, em 2016, mais de 4.500 tinham acima de 12 anos. Mas também há crianças pequenas e recém nascidas: até aos três anos, 735 que esperavam melhores dias. Sofia ficou grávida, perdeu o emprego e acabou por perder a casa. Aceitou ficar temporariamente num lar da Santa Casa de Lisboa e acabou por ficar sem as duas filhas. Uma delas recém nascida
Sociedade 23 mar, 19:59

Mães interrompidas: Rosa lutou e conseguiu, para já, reaver o filho

Episódio 4: Há crianças que ficamnas intituições por uns meses, outras durante anos. Em 2016, 8.175 crianças viviam em lares de acolhimento. Ao todo, 310 espalhados pelo país. Para quem não volta aos braços da família, resta uma vida dentro do sistema ou alguém que os queira adotar. Com um mês e uma semana de vida, Miguel vai direto do hospital para uma casa de acolhimento
Sociedade 22 mar, 20:00

Mães interrompidas: há quem fique sem os filhos "por ser pobre"

Episódio 3: Em Portugal há quem fique sem os filhos por ter pouco dinheiro. Direitos fundamentais que podem estar a ser postos em causa por entidades que representam o Estado, em nome da defesa e proteção das crianças. Numa altura difícil, Tatiana viu o filho ir para uma instituição e mais tarde ser adotado. Até hoje não entende os motivos
ARTIGOS (732)

VÍDEOS DE Patrícia Pires
VÍDEOS (19)
EM DIRETO AGORA