Função Pública: confira a tabela com os cortes salariais

Governo divulgou escalões. Cargos políticos acumulam corte em 2011 com redução de 5% no salário que já sofreram este ano

Por: Redação / Joana Rodrigues, TVI    |   7 de Outubro de 2010 às 22:08
O Governo divulgou esta noite a tabela com os cortes salariais que cada escalão da Função Pública vai ter.

Os cargos políticos e os gestores públicos acumulam o corte do próximo ano com a redução de 5% no salário que já sofreram este ano. E assim o Presidente da República e o primeiro-ministro vão ter um corte de 15% no salário do ano que vem.

De acordo com a tabela divulgada pelo Ministério das Finanças, os salários acima de 4200 levam a maior talhada: um corte de 10%.

Entre os 3150 euros e os 4200 euros, os cortes variam entre os 8 e 9%. Quem receber uma remuneração entre os 2100 e 3150 euros terá uma redução no salário que varia entre os 4 e os 8%.

As remunerações acima dos 1500 terão um corte que vai dos 3,5% aos 4%.

Outra novidade é que todos os cargos políticos e gestores públicos acumulam este corte com a redução que já tiveram este ano. Significa, por exemplo, que o Presidente da República e o primeiro-ministro, que recebem mais de 4200 euros brutos por mês levam um corte de 15%: ou seja 10% em 2011, a que se soma os 5% já sofrido este ano.



Veja aqui a tabela
PUB
EM BAIXO: Gráfico
Gráfico
COMENTÁRIOS

PUB
Comprador do Novo Banco não terá de pagar aos lesados do BES

Banco de Portugal informou os interessados na compra do Novo Banco que não terão de reembolsar os clientes do BES que subscreveram papel comercial do GES. A questão foi colocada pelos próprios e a resposta, que consta de uma deliberação de 13 de maio, foi esta sexta-feira tornada pública