A taxa de desemprego na União Europeia baixou para os 7,8% na União Europeia, o que compara com os 8,7% do mesmo mês, mas há um ano. Já na zona euro, o recuo foi para os 9,3%, face aos 10,2% de maio de 2016.

Segundo o gabinete de estatísticas da UE, o Eurostat, a taxa de desemprego manteve-se, em ambos os blocos, estável face à de abril. Em Portugal, o desemprego tem descido, mas continua acima das médias da União Europeia e dos países que partilham a moeda única, conforme se pode atestar no gráfico seguinte. 

Eurostat

A estimativa provisória do INE para maio é que a taxa de desemprego tenha caído para 9,4%, mínimos de 2008.

Segundo o Eurostat, as menores taxas de desemprego nacionais registaram-se na República Checa (3,0%), na Alemanha (3,9%) e em Malta (4,1%).

As mais elevadas foram assinaladas na Grécia (22,5% em março) e na vizinha Espanha (17,7%).