A China congratula-se com a saída de Portugal do programa de resgate económico e o regresso do país aos mercados financeiros, disse à Lusa o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros com o pelouro da Europa, Wang Chao.

«Isso prova que as medidas tomadas pelo governo e o povo portugueses para combater a crise funcionaram e que os esforços produziram efeito», afirmou Wang Chao, respondendo por escrito a perguntas da agência noticiosa portuguesa em Pequim.

«Como um bom amigo e parceiro, a China está feliz por ver Portugal embarcar numa via de recuperação económica, desfrutar de prosperidade e estabilidade social e o povo português viver e trabalhar com satisfação», acrescentou.

Na resposta à agência Lusa, Wang Chao disse que a China deseja «trabalhar com Portugal para elevar a cooperação bilateral» e «contribuir para o desenvolvimento económico e social de ambas as partes».

«O aumento da cooperação corresponde aos interesses fundamentais dos dois países e povos», afirmou o vice-MNE chinês.