O Consórcio composto pelos fundos Apax e Bain e a portuguesa Semapa está disponível para continuar as negociações com a Oi e apresentar uma oferta competitiva face à apresentada pelos franceses da Altice, disse à Lusa fonte próxima do consórcio.

«O consórcio está disponível para continuar as negociações e fazer uma oferta competitiva se os acionistas da PT SGPS assim o entenderem», disse a referida fonte.

Isto, porque, frisa a mesma fonte, «o consórcio Apax/Bain/Semapa acredita nas vantagens do seu projeto para o futuro da PT Portugal, assegurando a liderança da empresa, e na qualidade da sua proposta"»

«É importante que todos os acionistas da PT SGPS tenham a possibilidade de escolher mais do que uma proposta», acrescentou a fonte, depois de o concorrente grupo francês Altice ter anunciado que aumentou a oferta para a compra da PT Portugal em 375 milhões de euros, para 7.400 milhões, e entrou em negociações exclusivas com a operadora brasileira Oi.