A assessora de segurança nacional do Presidente dos Estados Unidos, Susan Rice, instou a Grécia a trabalhar «estreitamente» com a Comissão Europeia e com o Fundo Monetário Internacional para decidir as reformas económicas a aplicar.

De acordo com a Lusa, a informação foi divulgada por Bernadette Meehan, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, num comunicado sobre a reunião de quarta-feira entre Susan Rice e o ministro dos Negócios Estrangeiros grego, Nikos Kotzias, em que foram abordadas questões económicas e de segurança na Europa e no Médio Oriente.

«A embaixadora Rice incentivou o ministro a trabalhar estreitamente com os seus parceiros europeus e o FMI para acordar uma série de reformas concretas que coloquem a Grécia numa senda de crescimento dentro da zona euro», disse Bernadette Meehan.


Kotzias encontra-se em visita oficial aos Estados Unidos e na segunda-feira reuniu-se com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

Na quarta-feira, a Grécia reconheceu que, este mês, já lhe faltavam 400 milhões de euros, embora já tenha conseguido recuperar o dinheiro.